Sobre

Quem somos?

A ASPF-PJ foi constituída por Assembleia Geral de Fundadores em 31 de Maio de 2012 e é uma associação sem fins lucrativos com sede na Rua Gomes Freire nº174 1169-007 Lisboa.

Trata-se de uma associação sócio-profissional de funcionários do quadro da Polícia Judiciária que exerçam função de Peritos Forenses.

Porque Surgimos?

A necessidade de uma entidade jurídica-legal que represente nas suas várias vertentes os Peritos Forenses é fundamentada pela inexistência de uma qualquer entidade com este objectivo.

Mensagem do Presidente

Um Caminho a Percorrer

Para nos deslocarmos do ponto A para o ponto B, temos de percorrer um determinado caminho que pode ser acidentado, ter alguns entraves, obstáculos e dificuldades. Porém, se o objetivo for justo, válido e digno, este caminho merece ser percorrido, ou melhor, tem de ser percorrido.

A Associação Socioprofissional de Peritos Forenses da Polícia Judiciária (ASPF-PJ) é atualmente uma realidade com um propósito definido, honrando aqueles que desde 1957, altura em que o Laboratório de Polícia Científica integrou formalmente a estrutura orgânica da Polícia Judiciária, desempenharam e desempenham as funções de Perito Forense. Desde esse momento a ciência e a investigação caminham paralelamente nesta instituição, tornando-a moderna e de uma referência diferenciadora, expandindo-se posteriormente com especialidades forenses noutras Unidades como a Perícia Financeira e Contabilística, e Informática e Telecomunicações.

Ao longo desde anos, homens e mulheres, peritos forenses, assistiram a um aumento de responsabilidades, a uma maior envolvência e influência no processo de investigação, ao mesmo tempo que defendem o nome da Polícia Judiciária com profissionalismo e dedicação, ajudando a projetar esta instituição de uma forma notável.

Todavia, esta atividade profissional não tem sido devidamente valorizada, tendo vindo inclusive a perder algum estatuto, diluindo-se e misturando-se com várias carreiras e conteúdos funcionais. A necessidade de uma definição de classe profissional é perfeitamente legítima e necessária.

Devemos nos distinguir pelas funções específicas e de imensas responsabilidades que todos os peritos forenses assumem, validando uma realidade intrínseca existente há muito tempo e que precisa de ser formalizada de acordo com os trâmites legais. Visando uma carreira que atua lado a lado com a investigação criminal, permitindo a utilização de instrumentos únicos através de metodologias técnico-científicas que só as ciências forenses e os seus recursos humanos podem providenciar para a obtenção de provas cruciais para resolução dos processos e apuramento da verdade.

Assim, por todos aqueles que puseram a ciência ao serviço da investigação criminal, desde Alphonse Bertillon, Francis Galton, Edmond Locard e outros ilustres conhecidos, até ao perito forense que anonimamente trabalha diariamente em prol da justiça, através de métodos experimentais e inovadores, contemplando inúmeras técnicas laboratoriais e outras, por aqui estamos nós a defender, promover e valorizar esta nobre atividade.

José Carlos Antas

(Presidente da Direção da ASPF-PJ)

Visite Também

Visite a página Órgãos Sociais para saber quem são os nossos membros.

Se nos deseja contactar visite a página Contactos.